A sua conta
A religião e o desenvolvimento da ciência moderna
A religião e o desenvolvimento da ciência moderna
A religião e o desenvolvimento da ciência moderna

A religião e o desenvolvimento da ciência moderna

(Autor)

15.21€


Preço:
16.90€
Poupa:
1.69€ (10%)

Disponível

  Adicionar ao carrinho

Em A religião e o desenvolvimento da ciência moderna, R. Hooykaas, professor da Universidade de Utrecht, investiga até que ponto as concepções gregas e bíblicas influenciaram na criação de uma nova atitude em relação à natureza, que preparou o caminho para o surgimento da ciência como a conhecemos hoje.

A partir da comparação entre as concepções gregas e cristãs de Deus e da natureza, Hooykaas empreende um abrangente estudo das concepções de ciência derivadas de cada uma delas, com particular atenção para a extensão e os limites da razão humana (racionalismo e empirismo), o poder do homem (os limites da natureza e da arte) e a participação das mãos e do cérebro humano na investigação da natureza.

ISBN: 9786588525050
Produtor: Monergismo
Código de produto: 9786588525050
Código de barras: 9786588525050
Dimensões: 137 x 208 x 13 mm
Peso: 0.250kg
Número de páginas: 193
Língua: Português

Conteúdo do livro

Neste livro, o professor Reijer Hooykaas oferece aos leitores uma visão nuançada e erudita sobre as bases filosóficas e teológicas da ciência moderna. Ora, evitando constantemente as armadilhas típicas de muitos projetos de história das ideias movidos antes pela apologética, os quais traçam pontes imaginárias entre movimentos distintos ou inserem rupturas onde não as há, Hooykaas, pelo contrário, esmiúça as ideias dos filósofos, cientistas e teólogos abordados, para em seguida relacioná-las e cotejá-las, mostrando assim os avanços, retrocessos, continuidades e descontinuidades ao longo do desenvolvimento do projeto científico moderno.

Desse modo, o autor demonstra, por meio de vigorosa pesquisa, como os debates filosóficos na Antiguidade clássica e as discussões teológicas desde os primórdios do cristianismo (mas especialmente as do fim do medievo e as da Reforma Protestante) constituíram, respectivamente, “os ingredientes corporais da ciência” e “suas vitaminas e hormônios”, nas palavras do próprio autor.

O resultado de seu trabalho é, portanto, uma interpretação original da história da ciência, que leva em consideração, a todo momento, tanto os fecundos diálogos quanto os colossais embates intelectuais, ao longo dos últimos milênios, acerca da real — ou ao menos a mais confiável — interpretação da natureza; da função e limites da razão; e da forma legítima de ação humana no mundo.

— Dr. Fabrício Tavares de Moraes

Tradutor, ensaísta e Professor do Curso de Licenciatura em Linguagens e Códigos da Universidade Federal do Maranhão

A ciência é uma das atividades humanas de maior evidência em nossos tempos. Ousaria dizer até mesmo que é a liturgia da pseudo-religião contemporânea, um produto da evolução de um iluminismo exagerado que absorveu um pouco do relativismo pós-modernista, misturando um bom bocado do otimismo modernista com a mutação de uma filosofia especulativa para uma metodologia experimentalista. No livro A religião e o desenvolvimento da ciência moderna, Hooykaas explora os laços entre a cosmovisão ocidental, de caráter religioso e transcendental por natureza, e o desenvolvimento da ciência moderna. Em uma costura intrigante e ao mesmo tempo erudita e acessível, o professor de História da Ciência passeia pelo horizonte histórico, religioso e cultural de nossa civilização. Publicado pela primeira vez em 1972, este pequeno livro é um sucedâneo da obra primordial de Thomas Kuhn sobre a história da ciência: A estrutura das revoluções científicas. Embora sua linha se assemelhe em diversos pontos à obra de Kuhn, o leitor não deve em nenhum momento subestimar a contribuição do Professor Hooykaas, que nos traz desde a Grécia Antiga até à Revolução Científica da Modernidade e levanta insights importantes que nos ajudam a compreender o porquê de o florescimento da ciência ter ocorrido na cristandade. Em tempos de ciência intransigente e até mesmo irracionalmente otimista e inconsciente de suas origens, esta obra resgata a perspectiva das eras e o valor da cosmovisão cristã na fundamentação do pensamento científico.

— Dr. Hélio Angotti Neto

Presbítero, Médico, Professor da UNINOVE e atual Secretário Nacional de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde

Comentários e resenhas

Comente este produto

Precisa estar logado para adicionar comentário ao produto.

R. Hooykaas
R. Hooykaas(Autor)

Reijer Hooykaas era um historiador holandês da ciência. Ele e Eduard Jan Dijksterhuis foram pioneiros na profissionalização da história da ciência na Holanda. Hooykaas deu as prestigiadas Palestras Gifford em St. Andrews em 1975-77.